top of page
Buscar

PROJETO LUZ DO SABER LER E ESCREVER PODERÁ SE TORNAR LEI


O projeto Criado pela CESB – Confederação do Elo Social Brasil –, denominado “Luz do Saber Ler e Escrever”, uma forma de Alfabetização acelerada, foi distribuído para o Deputado Federal Lincoln Portela, integrante da CLP – Comissão de Legislação Participativa – da Câmara Federal dos Deputados, sob o numero de Sugestão Legislativa nº 57/19.


Somos, até a data de hoje, um país com um número elevado de analfabetos, o que certamente influencia negativamente no progresso da nação. O motivo disso, que ninguém quer falar, é o que vamos referendar agora.

Não é e nunca foi por falta de escolas, nem tão pouco por falta de ONGs, que chegamos a esta situação. Na verdade, chegamos a esta situação porque o dinheiro utilizado para alfabetização é por demais desviado, senão vejamos, é muito fácil uma ONG montar um curso de alfabetização e buscar apoios de verbas governamentais para mantê-lo, no entanto inicia com 42 (quarenta) alunos e não termina, ou termina com apenas meia dúzia de gatos pingados.


Isto tudo tem a ver com a péssima qualidade do ensino e também com a falta de motivação dos participantes que, pelo que consta, a metodologia é a mesa.


Nós, do Elo Social, entendemos que o ler e escrever é que devemos ter como essencial, sendo as demais matérias todas importantes, mas devem ser relegadas a uma segunda fase a quem quiser avançar em seus conhecimentos.



Entendemos também que 70% do curso de alfabetização se deva ao ingresso do participante e os outros 30% sim, seria qualidade do instrutor, e por este motivo desenvolvemos nosso material em 3 (três) apostilas únicas.


Para se fazer exercícios não é necessário ter na sala um instrutor, e é exatamente por esse motivo que nosso curso de alfabetização acelerada é feito pelo próprio aluno em sua residência nas duas primeiras fases. Se for aprovado na primeira, segue para segunda, e daí para a última fase quando já terá feito todo exercício de coordenação motora.


Não visamos lucro com este trabalho e o material estará disponibilizado na internet, sendo claro que nossa parte como instituição constitui apenas fiscalizar as verbas destinadas à alfabetização nas vias tradicionais e pleitear o cancelamento de convênios inexistentes.


Veja Projeto na integra






61 visualizações2 comentários

2 Comments


Muito interessante este projeto! Realmente o analfabetismo chega a ser uma doença que se prolifera e as verbas mal distribuídas também. É preciso empatia entre educador e educando e não esquecer nunca de elevar o saber daquele que chega, pois na maioria das vezes pelo letramento ele tem uma rica visão de mundo. Parabéns.

Like

É maravilhoso ver a amplitude desse Projeto !!! E além disso, saber que a população está em desenvolvimento. Se sempre unirmos forças e compartilhar sabedoria, chegaremos sim, no Brasil melhor!!! EU CREIO!!!


Like
bottom of page